Tati Aponte

“Uma Quase Dupla” é um filme bem despretensioso

Chega hoje aos cinemas o filme “Uma Quase Dupla” a nova comédia brasileira assinada pelo diretor Marcus Baldini e produzida pela Biônica Filmes e Paris Entretenimento.

Eu já assisti e, inclusive, estive presente na coletiva de imprensa com o diretor, a produtora Bianca Villar e os atores do longa Tatá Werneck, Cauã Reymond, Daniel Furlan e Alejandro Claveaux.

Do que se trata “Uma Quase Dupla”?

O filme é uma comédia bem fácil, não tem uma história muuuuuuuuuuito complexa.

Tatá Werneck é Keyla, uma investigadora que sabe tudo, pensa rápido, fala rápido e é implacável. Já Cauã Raymond é Cláudio, um delegado atrapalhado mas com um bom coração.

Juntos, Keyla e Claudio precisarão sobreviver um ao outro para desvendar uma série de crimes ocorridos na pequena e até então pacata Joinlândia.

“Sobreviver um ao outro” ,pois com tanta diferença de personalidade os conflitos entre os dois serão inevitáveis.

Vale a pena assistir?

Assim, gente… É um filme muito bem feito na parte artística (iluminação, locação, cenários, etc).

Todos os envolvidos na produção tem uma longa carreira no audiovisual e já fizeram conteúdos bem expressivos.

A história é despretensiosa, um filme para assistir e talvez, sei lá, sair para beber alguma coisa.

Você não vai ficar refletindo sobre o que viu.

Algumas pessoas mais criteriosas podem achar o filme bem trivial.

Eu, particularmente, achei a motivação do serial killer MUITO BOA, mas talvez não tão bem explorada.

Já o recurso de colocar os atores principais com personalidades diferentes é bem conhecido.

Tom e Jerry, Gordo e o Magro, Pink e Cérebro…Funciona, mas é raso.

Valer? Sempre vale, mas tenha em mente que não é uma obra prima da sétima arte, apenas uma película para ver e dar algumas risadas.


Elenco:

Keyla – Tatá Werneck

Cláudio – Cauã Reymond

Marlize – Louise Cardoso

Moacir – Ary França

Augusto – Alejandro Cleveaux

Dado – Daniel Furlan

André – Augusto Madeira

Cesinha – Gabriel Godoy

Rosa Paiva – Valentina Bandeira

Priscila – Priscila Steiman

Luís – Pedroca Monteiro

Lúcia – Luciana Paes

Angelo – George Sauma

Heitor – Caito Mainier

Ficha Técnica:

Uma produção Biônica Filmes e Paris Entretenimento

Coprodução:  Paramount Pictures e Globo Filmes

Distribuição:  Paris Filmes e Downtown Filmes

Direção:  Marcus Baldini

Produção:  Bianca Villar, Fernando Fraiha, Karen Castanho, Marcio Fracarolli e Sandi Adamiu.

Produtor Associado: Carlos Diegues

Roteiro:  Ana Reber e Leandro Muniz, com colaboração de Tatá Werneck, Fernando Fraiha e Daniel Furlan

Produção Executiva:  Bianca Villar

Direção de Fotografia: Rodrigo Monte

Direção de Arte: Rita Faustini

Figurino:  Leticia Barbieri

Montagem: Danilo Lemos e Helena Chaves

Trilha Sonora:  Plinio Profeta

 

 

 

COMPARTILHE

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 Comentário:“Uma Quase Dupla” é um filme bem despretensioso
  1. Celina Lahass

    Muito engraçado! Muitas risadas…. como tudo que a Tata faz é nos divertir. Sem contar com o colírio chamado Cauan .
    Imperdível !!! Programa leve

Posts relacionados