Tati Aponte

Cia. Hiato encerra a temporada de “Odisseia” no próximo domingo

*por Beatriz Pessoa – supervisão de Tati Aponte

Outro sucesso dos palcos paulistanos no ano de 2018, a peça “Odisseia” montada pela competente Cia. Hiato chega ao fim no próximo domingo, dia 8 de julho.

A peça, que teve a casa cheia em, praticamente, todas as suas apresentações, é inspirada no épico de Homero.

Sete atores recontam odisseias pessoais e coletivas, oscilando entre realismo e fantasia.

Créditos: Elina Gioulanli

A partir da tão conhecida história de Ulisses, a Cia. Hiato convida o público a tomar o lugar do protagonista ausente e navegar por diferentes ilhas.

Ulisses, um homem complicado

Esta é a história de um homem complicado.

É assim que começa a peça “Odisseia” da Cia. Hiato no teatro do novo Sesc Avenida Paulista.

Quer dizer….. não EXATAMENTE com esta frase, mas sim contando a história de um homem BEM complicado.

Ulisses deixou sua terra natal (Ítaca) e sua amada Penélope para lutar na guerra de Troia por longos dez anos. Depois, passa mais dez anos tentando voltar para casa.

Utilizando uma narrativa que mescla o clássico com temas contemporâneos, a Cia. Hiato reconta os dramas e aflições deste homem cheio de sentimentos e saudades.

Concluí, então, que sempre existirão espaços para os clássicos do teatro, pois suas montagens sempre serão adequadas ao momento atual.

Aliás, durante o peça o ator Thiago Amaral nos faz esta pergunta: “Por que estamos contando essa história de tantos anos atrás?“.

Odisseia: Seja clássico e seja eterno

A resposta é que nos clássicos existem temas universais e atemporais que inquietam os homens em todos os momentos da humanidade.

E aquilo que aflige o homem sempre será objeto da arte.

Créditos: Elina Gioulanli

Créditos: Elina Gioulanli

Sobre a peça, além de narrar a mais famosa epopeia grega, ela conta com a interação do público praticamente o tempo todo!

Ahhh! O estilo de teatro escolhido pela Cia. Hiato foi o arena, tal como na antiguidade clássica.

Dividida em 3 atos, a montagem prende o público do início ao fim.

E cada intervalo da peça é outro espetáculo a parte, com a presença do elenco que interage por meio de músicas que relaxam o público presente (dá para dançar e até tomar uns bons drinks).

Novamente ele, o teatro alternativo!

Ora, por tudo aquilo que eu estou dividindo com vocês fica CLARO que não se trata de uma peça comercial, né?

Estamos diante de uma peça de teatro alternativo, então, vá com esta informação em mente, ok?

A linguagem deste tipo de teatro é DIFERENTE da linguagem dos teatros “belos,recatados e do lar“!

Além disso, cenas de nudez e um texto provocador podem causar um desconforto em quem não esta acostumado.

Seja honesto com você e veja se é o tipo de peça adequada ao seu gosto ou se quer a viver esta experiência!

Se pra você estiver tudo bem, corre lá no Sesc Avenida Paulista, hein? Quem sabe não tem um lugarzinho pra você curtir “Odisseia” também?

Beijos!!!


FICHA TÉCNICA aqui

 

Summary
Review Date
Reviewed Item
Odisseia - Cia. Hiato
Author Rating
41star1star1star1stargray

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *