Tati Aponte

“50 São os Novos 30” é uma comédia francesa deliciosamente otimista

Marie-Francine é uma mulher de 50 anos que tem uma rotina bem pacata, mas vê sua vida virar de cabeça para baixo do dia para noite.

Valérie Lemercier é Marie-Francine em “50 são os novos 30” Foto: divulgação

Seu marido, Emmanuel, a deixa por uma mulher mais nova de 32 anos e “com uma barriga bem sequinha.

Junto a isso, a empresa que Marie-Francine trabalha há 10 anos encerra suas atividades.

Sem casa e sem emprego, Marie-Francine volta a morar na casa dos pais, e muda a rotina de todos que estão ao seu redor.

Este é o pano de fundo do filme “50 são os novos 30“, que chegou ao Brasil na programação do Festival Varilux de Cinema Francês – 2018.

O filme já pode ser visto em algumas salas de cinema das cidades participantes do festival.

Vale a pena assistir “50 São os Novos 30”?

MUITO!

Eu, que já estava ansiosa para ver o filme desde que saiu o trailer, tive uma das mais agradáveis surpresas deste ano.

O filme é leve, é otimista e muito engraçado, além do tema ser extremamente contemporâneo.

50 são os novos 30” não retrata a geração-canguru propriamente dita, que é formada por “jovens” de 25-35 anos que optaram em não sair da casa dos pais.

Mas, da maneira como a trama é conduzida, é possível identificar um problema típico dos nossos dias atuais:

Elenco em “50 são os novos 30” Fotos: Divulgação

a dificuldade em se ter a independência financeira em pleno século XXI.

Marie-Francine não é uma mulher acomodada e sem iniciativa, embora sua postura indique o contrário.

Ela construiu uma família, teve duas filhas, ajudava nas despesas de casa e cuidava de tudo dentro de uma rotina bem estruturada.

Mas quando tudo que a alicerçava cai por terra, ela é obrigada a buscar auxílio em quem nunca a abandonará.

Seus pais, por outro lado, a acolhem com todo amor do mundo, mas querem que a filha volte a ser dona de si.

As sutis indiretas ditas pelos pais desconfortam personagem e espectador, mas nada que deixe a experiência desagradável.

Achei que o filme mescla sensibilidade e comédia na medida certa.

Marie-Francine está depressiva, mas em nenhum momento sentimos da personagem.

Na verdade, torcemos para que ela saia logo desta situação e acreditamos naquela máxima regra de etiqueta que diz que:

na vida, tudo passa!

Um filme delicioso!

Assistam!


50 São os Novos 30

FICHA TÉCNICA
Diretor: Valérie Lemercier
Roteiristas:  Valérie Lemercier e Sabine Haudepin
Elenco: Valérie Lemercier, Patrick Timsit, Hélène Vincent, Philippe Laudenbach e Denis Podalydes
Produtor: Edouard Weil
Duração: 1h35
Ano: 2017
Países: França
Classificação indicativa: 12 anos

Summary
Review Date
Reviewed Item
50 São os Novos 30
Author Rating
51star1star1star1star1star

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 Comentário:“50 São os Novos 30” é uma comédia francesa deliciosamente otimista
  1. Baixinha gaucha

    Shooooooooowwwww… Pena nao ver. Mas anleitura ja nos faz introduzir nos.

Posts relacionados