Tati Aponte

Peça “1984” merece todo reconhecimento e consideração

Acreditem, só assisti a “1984“, peça baseada num dos romances mais influentes do mundo no século 20, há duas semanas!

Rodrigo Caetano é Winston Smith / Foto de Ronaldo Gutierrez

A montagem, dirigida pelo talentoso Zé Henrique de Paula e encenada pelo Núcleo Experimental, ficará em cartaz no Sesc Consolação (Anchieta) até dia 8 de julho.

Sim, isso mesmo, até o próximo domingo!

Quem já viu, poderá dividir comigo suas impressões!

Quem ainda não assistiu, corre lá e veja se consegue um lugarzinho na disputada plateia, pois tá bem legal!

Antes que me critiquem por ter demorado a assistir “1984“, vou me defender:

  • A temporada desta peça foi MUITO CURTA!

Deveriam prolongar esta temporada, viu? É quase um crime de lesa-pátria não deixar este espetáculo atingir um público maior!

Você conhece a história de “1984”?

O romance se passa em Oceânia, um lugar fictício que é governando por um líder chamado “O Grande Irmão“.

Oceânia é um Estado totalitário pautado pela burocracia, censura e, PRINCIPALMENTE, pela vigilância.

Nesse lugar vive Winston Smith (Rodrigo Caetano), funcionário do Ministério da Verdade e alguém que detesta o sistema, mas não tem coragem de desafiá-lo.

Elenco em “1984” / Foto de Ronaldo Gutierrez

Winston apenas declara seu ódio nas páginas de um diário secreto.

Tudo muda quando ele conhece Júlia (Gabriela Fontana), uma funcionária do Departamento da Ficção.

Juntos eles sonham com uma rebelião e praticam pequenos atos de desobediência, mas a represália do Grande Irmão aos amantes será brutal

Vale a pena assistir “1984”?

Você está diante da montagem de um clássico da literatura contemporânea, e só por isso vale muito a pena ver o trabalho do pessoal do Núcleo Experimental.

Gabi, Carmo Dalla Vecchia, Rodrigo e Laerte em “1984/ Foto Ronaldo Gutierrez

Acredito que o público que vai ao Sesc Anchieta, em sua maioria, seja aquele composto por fãs do livro, mas isso não significa que você tenha que ter lido para acompanhar o espetáculo, afinal, texto e elenco estão afiadíssimos!

A encenação é engenhosa e possui cenários sugestivos, mas aqui vai uma ressalva:

Não achei tão interessante o uso do recurso de projeção de vídeo que colocaram durante o espetáculo…às vezes provoca cansaço em quem está vendo.

Mas apenas isso!

Todos os atores são excelentes e mostram um trabalho sério e de dedicação que, aliado a uma direção eficiente de Zé Henrique de Paula, apresentam um verdadeiro espetáculo teatral!

Assistam!!!!!!


Ficha técnica e serviço aqui

Summary
Review Date
Reviewed Item
1984
Author Rating
31star1star1stargraygray

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 Comentário:Peça “1984” merece todo reconhecimento e consideração
  1. Fe tavares

Posts relacionados